Como dar um salto na evolução com o Tantra?

Nunca antes houve tantas pessoas ansiosas e/ou depressivas. E assim, uma das fontes da ansiedade está na questão da incerteza. Quando o assunto é como dar um salto na sua evolução pessoal, muitos dos coachs e gurus da “high performance” utilizam de técnicas do Tantra. Mas não assumem a fonte, ou por não conhecer, ou pelo estereótipo.

Hoje em dia as pessoas percebem que nada é certo, a fluidez social está em expansão. E do ponto de vista da sua evolução pessoal, ela pode acontecer ou não; mas preocupar-se com ela pode se tornar uma “pedra no seu sapato”.

Do ponto de vista prático, saber que aquilo que você faz através do seu Yoga, Mindfullness, Coach tem raízes no Tantra impacta seu processo evolutivo. Por quê? — Os 112 Sutras do Vijñana Bhairav Tantra são exaustivos. Não existe nada além deles em termos de expansão de consciência.

Então conhecer esses sutras impacta na forma como você enxerga sua própria dependencia com relação a figuras ou seitas que se colocam como portadores da última verdade.

Desapegando do que gera amarras dentro da sua vida

O processo da vida vai no sentido de exercer o perdão e o desapego. Aquilo que é central à sua identidade em um momento da existência muda muito com o passar do tempo. Com toda a certeza, o seus sistema mente – corpo não é algo estanque, então, por mais que um método ou uma técnica tenham gerado efeitos interessantes em determinado momento, desapegue, enteja dentro do seu processo pessoal: ele muda com o tempo.

O problema dos Gurus está em seu comprometimento com o que foi dito, de forma mais cara quando se trata de formas escritas do “dizer”. A partir do momento que algo é escrito, aquilo se torna estanque. Algo para ser defendido.

Discernimento com sensorialidade é a chave para a sua liberdade pessoal

Então, o segredo ao lidar com os escritos do conhecimento antigo está em utilizar seu próprio discernimento. Deixe de ser uma ovelha que se relaciona com um pastor. Deixe de consumir informações e passe a processar as informações. Passe a interagir com as informações.

Estruturas com métodos autoritários não servirão a você por muito tempo, porque a natureza do seu ser é inconstante e não tem objetivos. Não existem propósitos existenciais a não ser o estar no aqui e agora com toda a profundidade do seu ser.

Isso por si só já é um baita desafio ao seu ser consciente: assimilar o êxtase existencial com todas as suas células, porque não há necessidade além dessa. Ou seja, integridade e expansão, nada mais. Torne-se seu próprio guru e seu próprio mestre. Seu próprio Senhor, não sujeito a ninguém mais a não ser você mesmo; em um profundo senso de auto responsabilidade.

Identificando ilusões a partir do Tantra Original

Um dos maiores paradoxos tântricos está nessa relação de livre arbítrio. Entenda: a natureza do Tantra é paradoxal porque a própria vida é paradoxal. Assim, você entrará em diversos dilemas ao longo da sua existência. Nesse processo, você lida melhor com as questões do dia a dia despressurizando sua mente. E assim, diferente do que a maior parte das pessoas alega, você não tem livre – arbítrio.

E é por isso que vale a pena ir a fundo no estudo dos 112 Sutras. O caminho da Liberação da Roda do Samsara se encontra na prática desses sutras. E não se trata só de se esvair das escolhas. O Esvair-se de escolhas é um pretexto para a depressurização da sua mente. E te ajuda em um processo de transformação profunda: como evoluir mais rápido.

Entenda o seu ser como um processo: o que se passa antes, durante e depois da ilusão da escolha? Quem é o sujeito da ação? O sujeito da ação depende de processos conscientes ou inconscientes? Como ampliar a consciência sobre o objeto da ação? E assim, iludir-se da liberdade se torna uma prisão. Cada escolha já se trata de um destino completo em si mesma.

Integrando seu ser a partir do Sádhana acelera seu processo de desenvolvimento

Com a ilusão da escolha, a ansiedade surge como uma sombra. Tudo tem de ser escolhido agora; tudo é um esforço consciente. Só você é responsável. Se você falha, você falha. É sua responsabilidade. Se você é bem-sucedido, é bem-sucedido. É novamente sua responsabilidade.

Assim, entender o conceito de Sádhana é fundamental: você treina seu sistema mente – corpo todo dia, um pouquinho. Começa do básico: pode começar com 5 a 10 minutos ao acordar e / ou antes de dormir.

A própria prática muda a natureza do seu inconsciente. É um jeito de dar um salto no seu processo de evolução. Assim, quando a ilusão da escolha vier, seu ser em um estado de consciência expandida entrará em um destino melhor para o seu estado dinâmico do momento atual.

Gurus, Coachs e “Mestres” dentro do processo de escolhas: libertar-se deles te torna mais propenso a se desenvolver mais rápido

Se você está buscando encontrar sua voz criativa ou sua voz receptiva, e está tudo anuviado, lembre-se do principio da auto responsabilidade. Um professor pode até te ajudar a encontrar o caminho. Mas ele não poderá caminhar por você.

No contexto de ter uma visão do seu propósito ou objetivo de vida, isso não deve ser uma desculpa para não se encontrar com o seu eu no aqui e no agora. O Caminho surge ao caminhar, e ter uma perspectiva do que acontece com o caminho depois da “curva”, é uma tarefa muitas vezes impossível e imprecisa para o aqui e agora. Ficar com preocupações sobre o depois pode impedir que você consiga dar saltos no processo de evolução pessoal.

Vale se questionar se a sua relação com figuras de autoridade não seriam uma fuga da sua auto responsabilidade. Por isso, o verdadeiro mestre é quem ajuda o discípulo a caminhar com as próprias pernas. Ou seja, isso significa que um mestre não cria estruturas de dependência para com seus alunos.

Significado de Tantra em um contexto de relações humanas mais horizontais

Um dos significados para a palavra Tantra é “rede” ou “teia”. Assim como em um tecido, no qual os fios se entrelaçam. Uma das grandes lições do Tantra é sobre como lidar com as interconexões individuais: cada um dos indivíduos se influencia um ao outro.

Então desconfie de qualquer grupo ou seita que te torne mais distante das pessoas com quem você sempre se relacionou e possui proximidade. O ideal é primar pelas relações humanas, quaisquer que sejam elas. Ou seja, o Tantra o aproximará das pessoas que já estão próximas, e te ajudará a criar conexões mais profundas, ao mesmo tempo que observa o desapego.

O salto da evolução a partir do despertar da Kundaliní

Ocorre uma certa mística em torno desse tema, porque a bibliografia medieval é preponderante. Algumas pessoas chamam a Kundaliní de energia da espiritualidade. Mas afinal que é essa tal de não dualidade?

Em sânscrito, uma das traduções da palavra Shaktí é “energia”. Então quando se diz “Kundaliní Shakti“, significa Energia da Kundaliní. Muito embora muitos utilizem “energia” com significado dual, energia não precisa ter essa ênfase!

Ou seja, quando você olha para a energia de um raio, dificilmente você vai pensar que ela é “boa” ou “má”. É provável que você fique em estado de admiração ao testemunhar a força da natureza, ou se sinta em estado de apreensão. Mas um raio não precisa ser um castigo: ele ocorre por conta de um processo físico.

À medida que foi se dando o avanço técnico dos seres humanos, chegamos em um estágio em que podemos nos beneficiar da existência “física” (não mística) da energia elétrica. — Essa capacidade surge com a consciência e desenvolvimento de uma técnica. Antes, a experiência humana levava o fenômeno a uma mística, incompreensível.

Ou seja, ao canalizar essa energia com o auxílio da ciência e ao aliá-la à técnica, foi possível desenvolver métodos sistemáticos para lidar com transformações que a energia elétrica promovem. Movimento, luz, som, etc: com o equipamento certo e com as técnicas certas, a transformação vai na direção do resultado desejado.

O olhar para o dual a partir do ponto de vista pessoal

Com relação ao uso que se faz dessa energia, ele entra na dualidade? Sim e não. A esfera dual está na mente de cada um dos seres humanos vivos. O mesmo se passa com as diversas lutas pessoais.

O mesmo ocorrer com os textos sobre a Kundaliní, existe um misticismo em torno desse tema. Essa mística é fruto do desconhecimento dos Tantras (métodos).A sabedoria dos Tantras Originais lida com a ciência e técnica do uso da energia interior: o transformar da existência pessoal.

Nos textos religiosos da Índia, está escrito que a energia da Kundaliní está enrolada 3,5 vezes na base da coluna e se encontra em um estado latente, como o de um fogo congelado. Em seu estado primordial, ela é responsável pelo regular de funções base do corpo. Agora, em seu estado desperto ela gera fenômenos sensoriais e extra sensoriais.

Aprender a lidar e acolher o seu próprio tempo é um salto na evolução pessoal

Esse processo alquímico do “despertar” da Kundaliní já está ocorrendo dentro todos os seres humanos. O processo do despertar é natural, porque envolve mas geram questões paradoxais pelo próprio expandir da consciência. Assim, o segredo de acolher as próprias contradições está no lidar com o tempo e ritmo pessoal. Aprender a fazer isso pode representar um salto na sua evolução pessoal. Ou seja, aceitar as próprias contradições significa acolher que no tempo x você pode querer algo e no momento seguinte, querer o oposto daquilo que antes queria.

Ou seja, saber acolher o próprio tempo é fundamental: às vezes para a sua individualidade, será o tempo de despertar. Nesse tempo, a sua mente estará mais apta para apreender e expandir a consciência a partir de aspectos novos para você. É nesse momento que você pode perceber suas atitudes internas como mais contraditória de acordo com seu próprio passado. É aqui, nesse momento, que o sutra do não – julgamento é tão importante.

Quando se abordam tradições de autoconhecimento, a noção de relativizar, temporizar, contextualizar, e principalmente não-dualizar faz toda a diferença nos processos da expansão de consciência que o despertar e a ascensão da energia da Kundaliní promove na sua percepção da existência.

Consciência desperta com a mente integrada ao corpo?

O caminhar começa do conhecido e se move para o desconhecido. Em outras palavras: de onde nós estamos para um outro nível de consciência, mais sutil, e que se encontra com as nossas plenas potencialidades. Mas afinal, quem é aquele que está observando os seus próprios pensamentos? Aquilo que chamamos de consciência — ou de o observador — desperta com a mente integrada ao corpo

Ir pela trilha do Tantra é — também — (auto-) conhecer o funcionamento integrado entre seu corpo e sua mente. Na tradução literal, Vijñana Bhairava é aquilo que está além do som, da vibração. O Tantra, dos 112 Sutras, te leva a esse lugar além. Ao potencial do ser universal. O primeiro passo somente você quem pode dar.

E perceber que na verdade, corpo e mente não são entidades separadas. Um influencia e interage com o outro, isso para não dizer que são exatamente duas faces da mesma moeda. Ou seja, é uma trilha que te faz se libertar das ilusões, a partir da própria consciência.

Isso consiste em um descascar das camadas do seu próprio ser. E revela as profundezas internas que se encontram escondidas, dentro de si. Como em um despertar, para um estado de consciência mais acordado. Isso envolve, claro, a mente. Mas também integra o corpo.

Essas camadas começam a partir do físico e ao se mover passo a passo ao integral, a consciência viaja dentro de si. Entrar no universo Tântrico significa estar em um estado de plena fluidez e sincronicidade com o próprio fluxo da vida. A questão então, não é o que você faz, mas sim quem você é de fato. Isso porque o processo depende da sua percepção, ou seja, do estado de inter conexão da sua mente com seu corpo.

Fazer crescer os níveis de êxtase é efetivo para expandir a consciência e integrar ela da mente ao corpo?

É uma espécie de clima interior: o sentir do êxtase interno no qual seu estado energético cresça. Para isso ocorrer você precisa cortar as divisões da mente com relação ao despertar da sua própria energia sexual. Além disso, também não podemos negar o racional e o emocional. Inclusive, não se deve negar o aspecto religioso, nem tampouco o científico.

Ou seja, é entrar em um estado de fluidez capaz de se mover de uma consciência para outra. E, assim, sempre estará tudo bem. É por isso que muitas vezes entender seu corpo (a partir da fisiologia e biologia) e sua mente (a partir da psicologia) acelera o processo.

No entanto, não há necessidade de você fazer toda uma graduação em neuro – fisio – psico – bio medicina. Basta sair da esfera mística e manter os pés no chão. É esse o processo do despertar da consciência com a mente integrada ao corpo.

O processo de expansão da sua consciência depende disso. Só não estará tudo bem quando você negar um aspecto importante e integrado do seu ser. Isso porque quando isso ocorrer, seu próprio ser pára de expandir. Em outras palavras, represamos tanto tantos aspectos da própria fluidez.

Consciência Plena: a escolha e os sutras

O Estado de consciência plena está relacionado aos sutras e ao processo de escolha. Conhecer estes Sutras ajuda a entender a Filosofia do Tantra. A partir do conhecimento desses sutras contemplamos toda a esfera de expansão de consciência possível.

Assim, o estado máximo de consciência pode receber vários nomes… às vezes com diferenças de significado entre eles. Porém, em essência representam o mesmo: consciência crítica, iluminação, Samádhi, Nirvana, Satori. Em suma, o florescer da total consciência.

A “vida” significa movimento e não dá para permanecer em um só ponto, você não é uma planta (e derivando o pensamento, inclusive as plantas estão em movimento). Como naquela frase de efeito “a única constante da vida é a mudança”. Ou mudamos para melhor ou para pior. Isso porque, não existe escolha consciente antes do Samadhi. A escolha é uma ilusão, e na verdade você já escolheu o que ainda não escolheu.

De acordo com as escrituras hindus, a partir do momento em que a alma se torna humana, a evolução inconsciente termina. Mas dado o contexto atual, talvez não valha a pena pensarmos em termos de “alma”. Isso porque esse pensamento deriva de aspectos que não temos como comprovar.

112 Sutras: um processo de expansão da consciência rumo à consciência plena através da não escolha

Algumas pessoas escolhem a jornada em direção à expansão de consciência. É a estas pessoas que fica indicado o curso dos 112 Sutras de Shiva — do Tantra ao Yoga.

Quando olhamos em termos de consciência, percebemos que o processo evolucionário é um processo no desenvolvimento da consciência. Os animais tem mais consciência que as árvores; o homem por sua vez tem mais consciência que os animais; os Tântrikas são mais conscientes que o homem.

Seria a não escolha também uma escolha? De fato, os sutras dizem para não se preocupar com ela. A escolha está determinada dentro do padrão sub consciente do si. Assim, nossas escolhas de medio e longo prazo estariam de fato relacionadas com nossos padrões de hábitos.

Nesse contexto, muitos seres humanos optam por rumar à inconsciência. É uma espécie de retorno à fonte instintivo. Ou seja, um processo “Benjamin Button“. E de certa forma, raros são os casos em que a pessoa permanece lúcida e consciente através da vida toda. São inúmeros subterfúgios. Drogas, trabalho, compulsões.

A matéria é totalmente inconsciente; um Yogi é totalmente consciente — enquanto um Yôgin está no processo. Por isso, o homem está em algum lugar no meio: nem um, nem outro. Ou seja, ele vive em uma espécie de estado de limbo. Não é de todo um animal e também não é ainda uma consciência plena. Não mais o que era e não ainda aquilo que ele poderia se tornar.

Assim, as pessoas não decidem seus futuros, elas decidem seus hábitos, e os hábitos que decidem seus futuros. Mas quais são os hábitos que dão suporte à expansão de consciência? Os 112 sutras são trilhas o estado de êxtase — que também pode ser chamado de estado orgástico, de estado de consciência expandida, ou estado de iluminação.

O sucesso no mundo da pós verdade com o Tantra

São diversos os aspectos que fazem com que a gente perceba essa tal fluidez como medida de sucesso pessoal. Eles podem ser de natureza social, financeira, saúde, intelectual, psicológica, emocional, pessoal ( — ou espiritual, dependendo do ponto de vista de entendimento da realidade), e assim por diante. O sucesso no mundo da pós verdade fica fácil de “capturar” se você conhecer a filosofia do Tantra.

Todo mundo tem sonhos e idéias sobre o que fazer com próprias vidas. E assim, não existe uma única verdade sobre o sucesso pessoal. Da mesma forma que existe um Tantra [método] único para cada um de nós, sucesso está na medida de como você se percebe e se sente fluido no dia a dia. Ou seja, está relacionado com a sua comunicação, tanto interna como externa.

Os pontos de vista do Tantra com relação ao estado de fluidez, o verdadeiro sucesso

Tudo depende de como você enxerga a sua vida em termos de propósito. Cuide para não ser um apanhador de sonhos alheios. Esse aspecto é super importante e depende muito de como você processa os fatos da sua própria vida. O sonho do seu guru, daquela pessoa carismática que você viu na internet, não é o mesmo que o seu sonho. Liberte-se, deixe de ser uma ovelha, transforme-se a partir do Tantra.

Pensando nesses fatores, a ótica tântrica foca no seu nível de conexão com o Aqui e Agora. Vamos supor que você esteja buscando movimentar sua vida no sentido psicológico. Ou seja, você sente que sua psique está travada, que ela trava outros aspectos da sua vida, e assim, você gostaria de trabalhar com ela.

Então, entrar em contato com os movimentos que geram abundância no aspecto da sua mente pode ser um caminho de crescimento pessoal real, no seu caso, para este momento da sua vida. Os campos mais comuns são os que envolvem os assuntos de saúde, finanças e afetivo.

Tendo como medida o sucesso em termos de processo único individual, seu caminho nunca pode ser aquilo que costumava ser. Ou aquilo que vale para outras pessoas. O próprio trilhar do caminho é por si um processo, que vai se alterando e se adaptando. Claro que você pode captar bons exemplos caso já saiba o que e porque quer trabalhar com determinado assunto.

Em outras palavras, sucesso para o Tantra não consiste em uma meta mas em um estado de fluidez. É nesse estado de fluidez que o desapego se manifesta em termos de consciência e você pode testemunhar o estado de Ananda, que em sânscrito significa a “felicidade inefável”.

A pós verdade e por que fugir das fórmulas mágicas te ajuda a alcançar o sucesso

O próprio trilhar já muda por as ações que você precisará fazer ao longo do caminho. É por isso que fórmulas mágicas, ao mesmo tempo são tão sedutoras, mas tão pouco práticas.

Então, se o sucesso está no seu nível de conexão com o aqui e agora ao percorrer o caminho que for, o Tantra vai te ajudar em qualquer que seja a sua busca.

Isso porque o próprio sentir da plenitude te conecta mais com a fonte de bem estar e qualidade de vida, com a sensação de bem estar e de êxtase. Ao longo do processo, suas instabilidades físicas e mentais tendem a ir se dissolvendo.

Sempre que fizer uma técnica ela vai funcionar?

Talvez o mais importante que você precise saber sobre si mesmo é que seu sistema interno está em constante mudança. Assim, com o passar do tempo a própria fórmula que funcionou tão bem em um momento, ou durante um período de tempo, já não gera mais o mesmo efeito que antes.

É por isso que sempre que vejo alguém vendendo uma fórmula mágica, eu fujo dessa pessoa. Não existe solução fácil. O mais difícil acaba sendo ter e aplicar as ferramentas para descobrir o próprio caminho de expansão de consciência, para o ser fluido e natural. A boa notícia é que todas as possibilidades de técnicas estão contidas nos 112 Sutras.

O Tantra te conecta com a sua essência de vida, e vai além. Ele mexe nas estruturas internas a ponto de gerar empoderamento pessoal. Isso acontece porque a base do poder pessoal vem da raiz da consciência.

E quando se trata do sentido de prosperidade: sim, com o Tantra é possível mudar tudo aquilo que você obtém com a sua vida. O grande desafio aqui é descobrir qual é o seu próprio Tantra.

Um bom professor ou terapeuta pode te ajudar nesse percurso. O Tantra te ajuda a moldar suas próprias percepções, com uma atenção especial para as vias de auto responsabilidade. Ou seja, ter a capacidade de mudar a própria vida, moldar as próprias percepções e fazer com que as coisas funcionem a favor (e não contra) de si mesmo, sem se auto boicotar.

Como auto reflexão, vale a pena considerar se você fica nadando contra a maré. Se sim, porque não começar agora o caminho tântrico para lidar com tranquilidade com as próprias questões.

O sucesso e o Tantra no mundo da pós verdade

Nos tempos de hoje, com o crescimento das redes sociais, vemos muitos efeitos positivos, de fato, como por exemplo o acesso à informação e poder entrar em uma “comunicação global”. O sucesso no mundo da pós verdade depende de muitos fatores.

Muitos de nós já aprendemos que vivemos na era da pós-verdade. Não estamos mais em uma cultura primordialmente de informação, nem na industrial, mas sim na das comunicações em redes. A questão entra em perceber que grande propósito da vida não é encontrar a verdade, mas realizar.

No entanto, a “verdade” é bombardeada por todos os lados; divulgam-se com rapidez astronômica fatos e versões acerca de tudo, tendo ou não a ver com a realidade, tendo ou não comprovação. E talvez a grande mudança seja essa: o mundo da pós verdade a apresenta como circunstancial e depende de 3 aspectos: perspectiva, ponto de vista e contexto.

Do ponto de vista do Tantra, a verdade é: você está com mais ou menos instabilidades da consciência? Você está mais ou menos desprendido? Mais ou menos integrado à sua essência? Você está mais ou menos natural?

Note que, hoje, essa chave para a consciência está acessível para todos nós. No entanto o universo de seres humanos depressivos e ansiosos só aumenta!

Expansão da Consciência e sua relação com as redes sociais

Aqueles que têm acesso a certas formas de atuação em rede podem se transformar e influenciar o mundo inteiro. Só que o que é vendido como ferramenta de poder, na verdade está aprisionando muita gente por aí. É o que diz diversos documentários e o Livro ao lado com “Dez Argumentos para você deletar agora suas redes sociais

Vale a pena entender qual sua relação com essas redes, e ter um contrato interno com elas. Perceber quem você é e como se beneficiar das ações delas. Isso é muito diferente de se tornar escravo das notificações. Lembre-se que para estar em um estado fluido e ter sucesso nesse mundo da pós verdade, do ponto de vista do Tantra, é importante criar consciência sobre os efeitos das redes sociais sobre sua psique.

Quem conseguir escalar informações possui um grande poder. Uma nova estrutura emerge e implode de onde muitos têm todas as informações, mas não sabem o que fazer com ela. Assim, perceber que o que movimenta a engrenagem delas é o poder de agir em escala, e você pode sim nadar a favor da maré nesse caso. Basta ter em mente o seu uso consciente.