Desenvolvimento do corpo e expansão da consciência

O amor-próprio é a base do Tantra e pede consciência sensorial

Para chegar ao amor, antes você precisará chegar à raiz do amor-próprio. Como? Um bom começo é se familiarizar com seu corpo. Assim sendo, lembre-se que o Tantra é prática, aquilo que você faz em relação à consciência. A partir da prática de desenvolvimento do corpo, você será capaz de atingir estados: estados orgásticos, estados de bem estar, estados de autorrealização, estados de completude, estados de profundo desapego, e de hiperconsciência.

Por isso, aumentar o amor pelo seu corpo requer também alguma espécie de prática. Uma maneira bacana de praticar o amor-próprio é partir para uma esfera intima de autoconhecimento. Contudo, lembre-se sempre de que parte do caminho envolve a relação com o mundo exterior. Então, filtre a mídia de beleza que você tem acesso, aprenda que aquilo é um produto com o intuito de te cativar.

O teu corpo não é fruto de tentativa de venda estética. Por isso é importante começar a ver o seu corpo como uma parte de si. Portanto lidar com sua relação com esse tipo de mídia estética vai reduzir a vergonha de seu corpo, na mesma proporção que seu amor próprio estiver gerando faíscas e começando a queimar. E lembre-se que isso é só o começo.

O desenvolvimento do corpo pede estado de presença

Ao longo dos anos, aprendemos a associar a esfera física do ser com características escatológicas, como excreção e suor. Assim, algumas técnicas do Tantra nos ensinam a quebrar esses condicionamentos: trazem uma perspectiva profunda de que o corpo humano é por si só um milagre da existência.

Primeiramente, tire um tempo para dar uma olhada na sua mão. Preste atenção às suas estruturas delicadas que permitem que você faça coisas simples, como segurar uma bola, para coisas mais complexas, como tocar um piano. Agora leve a análise para outras partes do seu corpo. Dessa forma, repita até cobrir todas as áreas, mesmo que em um primeiro momento não pareçam nada fascinantes. Inclua seus genitais no processo, e use um espelho!

Comece pelas mãos: tire um tempo para analisar seu corpo sem deixar nenhuma parte de fora

O amor-próprio tântrico te dá a oportunidade de redescobrir o movimento de amor que ocorre internamente ao que se mantem o teu corpo uno. Dança, esporte e sexo são todas atividades fundamentais para ele.

Se você aprender isso com o sutil de seu ser, o amor e apreciação pelo seu corpo, dançar e transar vão estar equiparados como algo natural e existencial, nem certo nem errado, não duais. Esta é uma grande oportunidade de desenvolver um novo hobby. Que tal fazer um curso de massagem tântrica e participar de encontros semanais de prática de massagem? Isso com certeza vai alavancar seu desenvolvimento do corpo.

Além disso, você pode ir dançar na chuva, cantar no banheiro, surfar, ou ir andar de bike na natureza. Mas lembre-se, que isso não tem um objetivo de mudar seu corpo [ou perder peso] – o amor-próprio tântrico é sobre desfrutar do que seu corpo é capaz de fazer.

Corpo emocional e a Relação Tântrica com Corpo Físico

Corpo emocional posto em contexto

Sentimentos positivos como o entusiasmo podem nos guiar para reconhecer boas oportunidades. Assim como um sentimento de alegria pode acompanhar realizações que devemos continuar buscando. Mas ao analisar nosso corpo emocional, notamos que poucas situações são puramente benéficas ou puramente ruins. Portanto, é natural viver a vida com emoções contraditórias.

Por exemplo, se você se associar a uma pessoa eticamente suspeita, a ansiedade pode vir à tona, e isso não te faria encontrar uma saída. A questão é que esses estados emocionais nos ajudam a perceber e evitar situações prejudiciais. No entanto não nos ajudam em respostas sobre a atitude ou ação adequada para cada situação. No curso de Tantra Original é possível entender melhor nossos gatilhos internos através das incríveis Attitudes ! Tantricas ® Entre em contato!

Algumas emoções nos ajudam a sobreviver e transmitir nossos genes. Quando sentimos dor física ou emocional, podemos ir a um médico para aliviar essas sensações ou parar de senti-las completamente. Mas e se houver boas razões para sentir dor ou ciúme?

Eventualmente, um médico com uma compreensão de seleção natural vai entender que emoções negativas de um paciente podem ser adequadas para uma situação, e não necessariamente algo para evitar. Além disso, se alguém está experimentando um desequilíbrio, o médico não vai na raiz da questão, ou a situação real que é geradora das emoções mais densas. Não é à toa que mais pessoas tem buscado terapeutas verbais.

Ciúmes, biologia e o Tantra com impacto no Corpo Emocional

Poucas pessoas querem ficar sentindo ciúmes, mas ninguém diz que não é uma emoção poderosa. Na verdade, no Brasil, 42% das mulheres vítimas de agressão ocorreram dentro do ambiente doméstico. (fonte G1)

A situação é lamentável, e no entanto não dá para ignorar que isso pode ser resultado de um ambiente que selecionou homens ciumentos. Podemos considerar dois casais diferentes, no passado. Em um deles, o homem era desconstruído e não se importava se sua esposa tiver sexo casual, enquanto no outro casal o homem queimava de raiva com o menor indício de infidelidade.

O casal sem ciúmes com certeza tinha um relacionamento mais pleno e feliz. No entanto havia também uma maior tendencia de a mulher no relacionamento engravidar de outro homem. O homem ciumento poderia ter sido insuportavelmente possessivo, mas seu comportamento tendia a aumentar a probabilidade de que seus genes fossem transmitidos.

Mudanças Sociais

Isso está mudando – na sociedade ocidental – porque cada vez mais mulheres tem dado menos chances a homens ciumentos de permanecer em relacionamentos. Essa mudança no entanto, não impacta o que ocorreu no passado e não dá para ignorar o impacto futuro da sociedade islâmica atual, com poligamia e uma alta repressão sexual às mulheres.

Para além do ciúme

Além do ciúme, há outras emoções indesejadas que poderiam ter tido benefícios menos óbvios, porque nos ajudavam a evitar perdas e perigos potenciais. Em particular, a ansiedade pode ser um sinal de alerta que acompanha ameaças percebidas ao nosso bem-estar, enquanto a tristeza é como nosso corpo emocional reagia a perdas que deviam ser evitadas.

Ataque de Pânico e a Terapia Tântrica

Síndrome de Pânico como um sistema de alarme

A ansiedade tem inúmeras formas de manifestação. Em uma de suas formas mais expressivas, pode aparecer como ataque de Pânico. Pode vir pouco a pouco durante seu trajeto ao trabalho enquanto você se pergunta se chegou a fechar a porta da geladeira. Ou pode ser que os ataques de pânico venham em momentos aparentemente aleatórios durante o dia.

Em termos biológicos, nossos sentimentos de ansiedade têm persistido através das gerações, porque eles nos permitem reconhecer e responder a situações perigosas quando ocorrem, e evitar situações semelhantes no futuro. Em outras palavras, a ansiedade nos ajuda a sobreviver, por isso foi transmitida geneticamente e é uma característica útil.

Atualmente, cerca de 30% das pessoas em todo o mundo vai enfrentar em algum momento de sua vida alguma forma de ansiedade diagnosticável. O Brasil é o país mais ansioso do mundo [fonte Exame]. Mas e se olhássemos de um outro ponto de vista: como a ansiedade pode ser útil, apesar de ser difícil de lidar.

O que é menos óbvio é o porquê de nos sentirmos ansiosos sem muitas vezes nenhum motivo. No nosso corpo, basicamente, a ansiedade age como uma espécie de alarme de incêndio. Isso significa que ela nos avisa quando a fumaça começa a aparecer para apagar as chamas ou escaparmos antes de sermos vítimas de algum perigo.

Assim sendo, como um alarme de incêndio, às vezes a ansiedade ocorre quando não há qualquer perigo. Mas eventualmente o alarme falso ocasional é um preço que se paga pelo benefício de ter um sistema que possa salvar sua vida um dia.

Como a Terapia Tântrica lida com o ataque de pânico?

Imagine perder a noção do tempo e ter que caminhar para casa depois do pôr do sol. De repente, você se percebe em pânico e sente a necessidade de correr para casa o mais rápido possível. Agora, imagine que essa ocasião ocorreu não hoje, mas em um contexto de ambiente hostil e que o ataque de pânico pode eventualmente ter salvado você (ou um antepassado distante seu) de ser devorado por um leão. Havia realmente um tigre lá fora? Você não pode ter certeza, mas a experiência irá lembrá-lo de garantir que você chegue em casa antes do pôr do sol.

Um ataque de pânico aparentemente aleatório pode essencialmente ser explicado como um alarme falso, mas que vale a pena. Você pode estar assistindo TV ou ler um livro, e no momento seguinte seu coração começa a bater forte e rápido, seu peito aperta e você é tomado por um forte desejo fuga.

A perspectiva da terapia tântrica é ajustar para que, mesmo que não se esteja tomando qualquer medicação, o seu ambiente pode continuar a ser visto como sendo seguro – sem razões para falsos alarmes. Por mais tensas que essas emoções possam parecer, elas formam uma parte importante de nossos sistemas internos de alerta. A grande maestria do Tantra é expandir a consciência e sabemos cientificamente que – felizmente – ter uma compreensão evolutiva da ansiedade pode ajudar a reduzir os sintomas. Para isso, que tal fazer um curso individual de massagem tântrica com enfoque terapêutico? Entre em contato!

O grande benefício da terapia tântrica está em expandir a consciência sobre si de forma que o corpo sabe administrar as emoções e direciona de forma satisfatória o ciclo de ações. No tratamento da medicina convencional você se livra artificialmente por um período de ataque de pânico. Na terapia tântrica, sem medicamentos, o seu corpo e mente aprendem naturalmente a reconhecer qual ambiente é seguro e mais importante: conscientemente sabe discernir qual é seu limite interior.

Sexualidade Tântrica e a Massagem Tântrica

Sexualidade Tântrica ou “Kundaliní”

A energia sexual – uma força elementar que está presente em toda a matéria viva e seres humanos, e pode ser chamada de sexualidade tântrica – é uma das energias universais mais poderosas. O sexo pode criar vida, e assim, portanto, tem um potencial criador de natureza divina – o ato da criação.

Assim sendo, o sexo tântrico é um dos muitos caminhos legítimos para alcançar a divindade. Esta forma exclusiva de sexualidade torna nossos impulsos sexuais normais e desejos que definem a nossa energia sexual, hoje sem sentido e substitui-lo por um amor intoxicante e desejo pela verdade final.

Os antigos perceberam que essa forma do sexo em termos de como canalizar a tal energia sexual para não entrar em estados de fadiga etc. Descobriram que a energia sexual pode ser direcionada para outros objetivos, desde o aumento do prazer com o dia a dia, até poder sentir orgasmos surreais e muito mais intensos do que os orgasmos que as pessoas estão acostumadas.

Expansão da Consciência através da energia sexual

Com o Tantra, podemos expandir a consciência: acesso da hiper consciência e hiper sensibilidade. O conhecimento sem prática não faz nada. Então no Tantra há o uso de toque, a respiração, consciência energética, vibrações e propriocepção. Isso significa que para o Tantra, o outro catalisa o desenvolvimento tântrico de si. O outro representa a dualidade de si.

Portanto, representa uma prática inspiradora. Assim, com os fluxos energéticos que gera, traz aumento da vitalidade para o dia a dia. Dessa forma, ajuda a eliminar bloqueios físicos e emocionais. Com isso, podem trazer uma experiência profunda satisfação sexual e desbloquear o verdadeiro potencial sexual. Uma verdadeiro despertar da sexualidade tântrica.

Massagem Tântrica e a Expansão do Ser

Assim, o sexo, tem potencial de se transformar em uma experiência de totalidade. As mentes escolheram ver a si mesmas de formas separadas. Na união sexual, ondas tântricas de êxtase contínuo o que acaba transformando todo o nosso ser e visão do real. O sexo tântrico dá origem a uma intimidade repleta de conexões sensoriais e reais. Uma forma de notar o próprio julgar. Quando aceitar que os tais “pré juízos de valor” não são necessários para a vida, a união existencial acontece.

A Massagem (sendo tântrica ou não) é uma forma de curar o ser através do contato bioenergético. Sendo assim, a ênfase da massagem tântrica está em ativar a consciência sexual. A abordagem bioenergetica é útil por apresentar a possibilidade de expansão da consciência. Ela faz parte dos textos de Tantra Original (Meditação 10 do Vyghian Bhairav Tantra). De outra forma, é importante notar que muitos praticantes de Tantra da atualidade desconhecem esse fato, então você vai encontrar algum grau de desinformação na internet sobre a originalidade da massagem tântrica.

Portanto, ajudam a estimular a sensibilidade do ser, prazer-chave áreas, e ser um grande trampolim para a percepção de que é possível sim utilizar o sexo como ferramenta de expansão da consciência, uma vez que traz experiências orgásticas extraordinárias, ajudam a ressignificação de emoções, trazem a mente e despertam uma percepcão profunda de conexão com o divino interior.

É possível entrar em contato para aprender a fazer a Massagem em um curso individual. Neste modelo de curso agendável, você vai aprender técnicas que ajudam a aumentar a consciência interna e externa de si. Por outro lado, florescer interno e profundo e também uma transformação do entendimento da dimensão física e emocional da existência.

Adaptabilidade e a Massagem Tântrica

O Tantra acontece da pele para dentro

Nossos pensamentos normalmente tem uma lógica dual fixa com certo e errado. Como explicar o mundo aos nossos olhos? Para o Tantra, no entanto, o “o que” não é tão importante, porque ele reconhece a dualidade que a mente atribui ao objeto. O “como” é mais importante porque é nele que existe a possibilidade de se exercitar a adaptabilidade.

Tomamos decisões o tempo todo e toda decisão é importante. Isso porque muitas vezes são as pequenas decisões que nos levam a casamentos infelizes ou saldos negativos. Assim, a vida nos parece mais como um salto no escuro como um caminhar reto. Tomar decisões na selva parece cada vez mais difícil.  

O Tantra apresenta um caminho: o entendimento que o mundo exterior reflete em grande parte o mundo interior. Assim, a partir do momento em que se inicia o olhar para dentro, o mundo exterior se altera em fluxo contínuo. Toda ciência tem sua metodologia, toda indústria tem seus “big data” (termo referente a grande numero de dados).

O Tantra é “como” você – enquanto indivíduo – vai transcender o mundano e entrar no sagrado. Método que utiliza o corpo como veículo para transitar e se chegar a uma compreensão não dual da existência. A adaptabilidade faz parte da natureza tântrica e ajuda a lidar com o exterior através do sentir interior.

A massagem tântrica e a adaptabilidade: invertendo pensamentos

O Tantra enxerga o mundo fora da dualidade e tem uma perspectiva incomum de interpretação da existência. Mas lidar com a dualidade do mundo pode ser mais fácil quando invertemos os pensamentos. Isso significa que para resolver problemas você pode pensar de forma diametralmente oposta.

Por exemplo, melhorar não significa necessariamente estar certo com mais frequência, quando na verdade você poderia focar em estar menos errado. Cometer menos erros é um pensamento comum, entre tenistas em competição, quando muitas vezes o foco deles está em aumentar sua atenção e foco de forma a cometer menos erros. Outro exemplo está entre investidores: muitas pessoas pensam que enriquecer significa ganhar muito dinheiro, quando o que encontramos na realidade é que pessoas ricas controlam de forma consciente suas próprias despesas.

Exercitar a inversão é uma forma citada no livro de Sutras de Shiva. São 112 meditações descritas. A inversão pode ser usada quando se vivencia algum julgamento moral com alguma experiência tântrica. Questões morais são comuns quando o Tantra entra em contato com a sociedade que se organiza de forma dual. No contexto de uma partida de tênis ou xadrez, é perder ou ganhar – um jogo de soma zero. Mas para o Tantra, o mundo não é um jogo soma zero, ou seja, o jogo dentro da perspectiva de mundo tântrico é do tipo ganha-ganha.

O conceito de “sincronicidade”, em que algo só acontece dentro do tempo previsto

As técnicas de massagem tântrica proporcionam uma mudança sutil na percepção da sexualidade. E como a sexualidade é a base da existência, como em um dominó, cada uma das peças se sucedem no movimento. De repente você se percebe em uma vida fundamentalmente diferente, porque tanto a percepção de si mesmo como do mundo ao redor se alterou. O Tantra envolve uma fenomenologia sutil de percepção.

Adaptabilidade e desapego: o jeito tântrico de lidar com a vida

Reflita um pouco sobre o que mais importa para você: quando paramos para refletir sobre o que realmente importa nos deparamos com as coisas simples da vida. O Tantra está relacionado com aceitação e receptividade. Quando o desejo se torna mirabolante, a simplicidade se perde. Independência, status, dinheiro são importantes? O Tantra te ajuda a entender como essas energias operam.

Em geral, pessoas desapegadas apresentam maior prosperidade financeira. Porque a prosperidade não se trata de energia de estoque, mas sim de energia de fluxo. Ou seja, quando se há apego excessivo, a energia da prosperidade não flui muito bem. Um exemplo concreto está no apego à segurança, que se manifestado impede a expansão financeira. Ao lidar com a energia sexual sem sexo – proposta fundamental da massagem tântrica – uma série de aprendizados individuais se processam. 

Que tal agendar uma sessão de massagem tântrica?

Quando se recebe uma massagem tântrica, é com a energia do desejo que se lida. A inversão de pensamento é interessante porque além de fazer olhar o mesmo objeto de uma forma diferente, ajuda a enxergar os fatos da vida com mais simplicidade. A energia do desejo reverbera não só na sexualidade, mas também na vida material, na saúde e em diversas outras dimensões. Faz parte da natureza humana desejar.