Ir para conteúdo

CategoriaAyurveda

O Ayurveda é um grupo de usos em terapia que incluem a vida diante da mesa, yoga, toques, etc. O foco envolve a libertação de vícios físicos, que podem incluir a parte , de forma que a pessoa consiga criar autonomia e consciência com relação aos diversos desejos e vontades, com integridade e senso.

Em algumas ocasiões, as pessoas se voltam para o Ayurveda para saber mais sobre os afrodisíacos. Nada de errado com isso, afinal de contas, quando se toca na libido e na energia sexual também tocamos no sistema como um todo. Ou seja, estamos impactando justo na energia de criação, bem como no próprio poder de ação. As pessoas costumam achar que um sistema mente corpo com alta ingestão afrodisíacos tende a uma conduta sexual com exageros. De fato, se o fluxo de energia interna estiver fluindo na forma correta, o afrodisíaco vai gerar um impacto de forma positiva na quantia de energia e disposição no sistema como um todo. Isso quer dizer que a energia abundante não será somente para o sexo (tântrico ou não), mas também para o trabalho, os estudos, a vida social, as artes.

A prática do Tantra e do Ayurveda valida alguns fatos. Por exemplo, que é possível a energia sexual da pessoa para aumentar não só o tempo, mas também a qualidade de vida da pessoa. Dentro desse ponto de vista, a prática do Yoga pode ser tida como um ato terapêutico também. Isso porque ela aumenta em muito a lucidez e bem estar, levando a um maior auto cuidado. Isso por si, aumenta a duração da vida do ser individual. Além também de ajudar no processo da oferta da energia sexual (kundaliní) para o corpo.

As vertententes do Ayurveda

O Ayurveda possui 8 ramos base. Mas antes de falar mais sobre eles, é legal notar que o ato ayurvedico pode contar também com uma subdivisão mais geral e dual, que aqui vou chamar de “via”. A primeira via de certa forma lembra a medicina ocidental. Ela busca o trato de doenças. Isso quer dizer que é uma via de sentido curativo. Por outro lado, a outra via envolve um perfil proativo maior do praticante.

Isso porque envolve ações de auto estudo e adoção de práticas para o dia a dia. Dentro desse contexto, fica muito difícil de partir o Yoga e o Tantra das práticas de saúde. E nesse sentido, o Ayurveda também adere a esses sistemas como um forte propulsor de expansão de consciência.

sedentarismo e autocomiseração

Sedentarismo e autocomiseração, o olhar do Tantra

A ideia é você olhar para sua vida de horizonte imediato, sem deixar de perceber o longo prazo. O aqui e agora apresenta muitas perspectivas de mudança. Se a questão é mudar de vida, vale a pena mudar um hábito. E o melhor hábito para iniciar é colocar uma meditação tântrica no dia a dia, ou uma técnica de Tantra Yoga. Tanto faz! O importante é começar aos poucos, para que grandes mudanças ocorram no médio e longo prazo