Lilith, a história que não te contaram de Adão e Eva

No ocidente, todos conhecem a história de Adão e Eva. Mas o que a maior parte das pessoas não sabe é que a primeira mulher que Deus criou não foi Eva. Foi Lilith — mas é crível que ela era fã da Ação Feminista. Ela criou problemas, porque disse: “Sou tão livre quanto você“. E no primeiro dia, quando foram dormir, começaram as rixas, pois tinham uma só casa, uma só cama. Quem iria dormir na cama e quem no chão? Lilith simplesmente disse: “Não! Você dorme no chão”. Foi assim que começou a Ação Feminista.

Adão não ouviu e Lilith desapareceu. Ela foi a Deus e disse: “Não vou jogar esse jogo”. E é assim que no Ocidente a mulher está sumindo — Lilith está desaparecendo — e com ela a beleza, a graça, e tudo o mais. Todo o jogo corre perigo pois existem mulheres que dizem: “Não ame um homem”.

Conflito, paz e Lilith a face oculta da lua

Lilith desapareceu, e por isso o jogo não podia continuar. Assim Deus teve de criar uma mulher. É por isso que Ele tentou dessa vez com um osso do próprio homem, pois uma mulher criada em separado traria os mesmos problemas. Assim, ele usou uma costela de Adão para criar a mulher.

lilith moon

Por isso há uma polaridade e também uma unidade. São dois mas pertencem ao mesmo tempo a um só corpo. Este é o significado: são dois, opostos, e ao mesmo tempo pertencem ao mesmo corpo, no fundo a raiz é a mesma; no fundo são um só corpo. É por isso que quando se encontram num abraço profundo e amoroso, tornam-se um só corpo; chegam ao estado em que Adão estava quando só; tornam-se um, fusão e diluídos.

Existem opostos para que haja o jogo, mas no fundo há uma união interna. As duas coisas são precisas para que o jogo siga: conflito e ainda assim paz. Se houver paz absoluta o jogo desaparecerá — com quem você iria jogar? E se houver conflito completo, se não houver nenhuma paz, então o jogo também sumirá.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: