Reflexao

tempestades da morte e o tantra consciente

“Deus está morto”, anunciou Nietzsche, e olhando tudo à minha volta, percebi que eu também estava. Assim, a celebração é um dos maiores elementos do Tantra, e um dos maiores tabus da humanidade, a morte, é cheio de tempestades. Isso porque, ela é a única certeza da vida. Então, vamos combinar uma coisa? Se eu estiver entrando em presunções, você me avisa?

Já imagino você argumentando que Tantra é vida, tantra é amor, tantra é tudo o oposto de morte. Seguidamente eu respondendo, tranquilamente, talvez até com um ar de cinismo racional: se não houvesse a morte você sequer estaria com vida nesse instante. Ou seja, a vida depende intrinsecamente da morte, assim, como a vida depende intrinsecamente do sexo, outro fenomenal tabu da humanidade. Sabidamente não é muito confortável “tocar” nesses dois assuntos.

Em outros tempos e outras culturas talvez isso fosse diferente. Na cultura latina, a morte é retratada normalmente com pessoas chorando e se jogando no velório, “querendo morrer junto”. Nesse contexto, dizemos que [nós] os latinos, fazem tempestades com a morte. Em outro ponto de vista, na cultura anglo-saxã, a morte é retratada com limusines e roupas elegantes. Estamos na era da informação, qualquer coisa que eu escreva aqui você pode pesquisar e verificar. Pesquise por exemplo quantas células estão morrendo no seu corpo nesse instante. Pesquise também sobre a vida eterna assexuada e a finitude da vida sexuada.

Entrando e saindo do conforto

Talvez seja mais confortável lidar com a morte se você estiver se centrando na sua respiração. Note seu corpo nesse momento, impressão minha ou você entrou em um processo de tensão? Então faça algumas respirações profundas e sinta-se relaxar. De forma que os próximos cards talvez sejam um pouco mais densos, mas tenho certeza de que se você mantiver a respiração consciente durante o processo da sua vida, também terá uma morte profundamente consciente.

Essa jornada vai ser longa, tenha certeza. Vai durar uma vida toda, sem ironias. Nos próximos “capítulos” vou te dar detalhes insuportáveis porque tudo o que você pensa que sabe ou que já considerou sobre o tema está para receber alguns bons chacoalhões. Estas tempestades com a morte farão você ver como tudo funciona sob um prisma diferente daquele que está pré-determinado em sua mente.

Deixe uma resposta