Anúncios

Desenvolvimento do corpo e expansão da consciência

maia
Posted on: novembro 10, 2019 Posted by: Deva Bebaak Comments: 0

Desenvolvimento do corpo e expansão da consciência

O amor-próprio é a base do Tantra e pede consciência sensorial

Para chegar ao amor, antes você precisará chegar à raiz do amor-próprio. Como? Um bom começo é se familiarizar com seu corpo. Assim sendo, lembre-se que o Tantra é prática, aquilo que você faz em relação à consciência. A partir da prática de desenvolvimento do corpo, você será capaz de atingir estados: estados orgásticos, estados de bem estar, estados de autorrealização, estados de completude, estados de profundo desapego, e de hiperconsciência.

Por isso, aumentar o amor pelo seu corpo requer também alguma espécie de prática. Uma maneira bacana de praticar o amor-próprio é partir para uma esfera intima de autoconhecimento. Contudo, lembre-se sempre de que parte do caminho envolve a relação com o mundo exterior. Então, filtre a mídia de beleza que você tem acesso, aprenda que aquilo é um produto com o intuito de te cativar.

O teu corpo não é fruto de tentativa de venda estética. Por isso é importante começar a ver o seu corpo como uma parte de si. Portanto lidar com sua relação com esse tipo de mídia estética vai reduzir a vergonha de seu corpo, na mesma proporção que seu amor próprio estiver gerando faíscas e começando a queimar. E lembre-se que isso é só o começo.

O desenvolvimento do corpo pede estado de presença

Ao longo dos anos, aprendemos a associar a esfera física do ser com características escatológicas, como excreção e suor. Assim, algumas técnicas do Tantra nos ensinam a quebrar esses condicionamentos: trazem uma perspectiva profunda de que o corpo humano é por si só um milagre da existência.

Primeiramente, tire um tempo para dar uma olhada na sua mão. Preste atenção às suas estruturas delicadas que permitem que você faça coisas simples, como segurar uma bola, para coisas mais complexas, como tocar um piano. Agora leve a análise para outras partes do seu corpo. Dessa forma, repita até cobrir todas as áreas, mesmo que em um primeiro momento não pareçam nada fascinantes. Inclua seus genitais no processo, e use um espelho!

O desenvolvimento do corpo envolve um processo profundo de desenvolvimento de amor próprio
Comece pelas mãos: tire um tempo para analisar seu corpo sem deixar nenhuma parte de fora

O amor-próprio tântrico te dá a oportunidade de redescobrir o movimento de amor que ocorre internamente ao que se mantem o teu corpo uno. Dança, esporte e sexo são todas atividades fundamentais para ele.

Se você aprender isso com o sutil de seu ser, o amor e apreciação pelo seu corpo, dançar e transar vão estar equiparados como algo natural e existencial, nem certo nem errado, não duais. Esta é uma grande oportunidade de desenvolver um novo hobby. Que tal fazer um curso de massagem tântrica e participar de encontros semanais de prática de massagem? Isso com certeza vai alavancar seu desenvolvimento do corpo.

Além disso, você pode ir dançar na chuva, cantar no banheiro, surfar, ou ir andar de bike na natureza. Mas lembre-se, que isso não tem um objetivo de mudar seu corpo [ou perder peso] – o amor-próprio tântrico é sobre desfrutar do que seu corpo é capaz de fazer.

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: