Instintos: o Tantra celebra aquilo outros condenam

Compreendendo instintos dentro do ponto de vista do Tantra

Expressar instintos pode servir como ferramenta para ajudar a encontrar clareza em seus caminhos de crescimento pessoal. Dessa forma fica fácil achar o caminho – inclusive espiritual – de crescimento.

Por que exatamente?

Em primeiro lugar, ser honesto consigo mesmo sobre o que você quer pode torná-lo mais confiante sobre decisões. Segundo, emoções negativas (como frustração ou raiva) surgem frequentemente devido a desejos inconscientes. Logo, a compreensão desses desejos pode melhorar o seu relacionamento com as pessoas ao seu redor.

Fazendo um balanço dos instintos

Uma forma de se tornar mais consciente de seus instintos é fazer uma lista ordenada de energia da vida. Pense nos últimos três meses da sua vida. Em suma reflita o que te deu energia e o que te deixou se sentindo esgotado. Percebendo, posteriormente, que uma atividade te traz muita energia você pode decidir repetir mais no futuro.

No entanto, saber o que lhe dá energia às vezes não é suficiente. Apesar de ter as melhores intenções, seus verdadeiros instintos podem ser escurecidos por emoções negativas, como ciúme ou medo. Em síntese, a motivação por trás de sua decisão pode ser verificada por uma pergunta. Afinal, estou sendo conduzido pelo amor ou empurrado pelo medo?

O medo não deve ser um dos instintos entre você e sua decisão de fazer ou não algo. Enquanto isso, se utilizar o amor como balizador fundamental da tomada de decisão, o desenlace será natural.

O Tantra não julga, acolhe

A princípio, o Tantra não julga. Isto acontece pelo fato da não-dualidade (adwaita). Por isso frequentemente, visto por observadores externos, a manifestação dos instintos acaba tomada como libertinagem.

instintos do coração

Igualmente, a observação de manifestação de instintos visto de fora, tomará um contexto dual. O externo antes de mais nada é importante para a observação dos efeitos internos. Quando o liberar vem ao encontro do caminho do amor, o que se produz é positivo para si.

Deixe uma resposta